Contan Assessoria Contábil e Empresarial


Gestão de estoque: como pode auxiliar seu negócio

  • 07/07/2022



     

    Gestão de estoque: como pode auxiliar seu negócio

    Ter uma gestão eficiente de estoque é tão relevante que pode significar a diferença entre o lucro e o prejuízo de um empreendimento, pois impacta o negócio de diversas maneiras.

    O estoque pode ser um dos indicadores de desempenho mais importantes de uma empresa, porque estoque equilibrado significa controlar a entrada, entender os ciclos das mercadorias e ajustar o prazo de pagamento dos fornecedores com os pagamentos dos clientes, por exemplo.

    Administrar o estoque é também o primeiro passo para auxiliar as equipes de vendas a melhorarem seus números, pois, somente depois de classificado o que existe para pronta-entrega e o que está por ser entregue pelos fornecedores, é que se consegue traçar um mapa e planificar o que pode ser comercializado.

    Para exemplificar, vamos analisar o caso de uma distribuidora que conta com uma equipe de cinco vendedores na rua.

    A gestão de estoque, nesse caso, garante que os vendedores saibam o que podem vender para que não vendam o mesmo produto em duplicidade. Ao mesmo tempo, uma visão clara do estoque pode resultar numa campanha de incentivo de venda para produtos parados.

    De acordo com o gerente de produto da IOB, Wendel Ferreira, uma dica para que a venda duplicada não aconteça, ou até mesmo a venda além do que há em estoque, é dividir os produtos por cotas entre os vendedores.

    “Coloque 10 produtos para cada um da equipe vender. Existem alguns sistemas que fazem isso e podem auxiliar no dia a dia e ainda proteger o negócio do estoque negativo”, afirma Ferreira.

    Outro cuidado que o especialista aponta é para os casos nos quais a mercadoria não é entregue diretamente para o cliente, mas, sim, deixada por conta do fornecedor. “Se não estiver sintonizado com o fornecedor sobre quantidades, entrega e logística, a possibilidade de ter problemas aumenta”, alerta.

    Wendel Ferreira também destaca que é negativo para a empresa quando o cliente compra e o fornecedor não entrega porque não fabricou a tempo.

    “Isso compromete a imagem e a credibilidade do seu negócio. É uma bola de neve que só quem tem a perder é você”, conclui.

    Nesse sentido, a melhor alternativa é alinhar o ciclo do estoque. Isso significa que é preciso ordenar toda a trajetória, tendo início na conversa com o fornecedor e passando por todo processo de venda. Logo, a comunicação entre todas as partes envolvidas no processo é fundamental.

    O prazo final da venda ao cliente está diretamente ligado com a negociação que se mantém com o fornecedor. Inclusive, quanto mais sua empresa vende, maior será o desconto que se pode obter junto ao fornecedor. A melhor forma de controlar o estoque, conforme o especialista da IOB, é contar com um sistema de gestão.

    Fonte: IOB


Fique por dentro das notícias on-line

Veja todas as notícias on-line
Subir ao topo